Ícone do site Blog da Nação Digital

Novo Google Analytics 4: como preparar seu e-commerce?

Este conteúdo foi atualizado em: 21/06/2022

Muito em breve, com o Google Analytics 4 (GA4), entraremos em uma nova etapa de coleta e análise de dados em e-commerces, aplicativos e demais sites. Isso porque a partir de 1º de julho de 2023 o Universal Analytics, ferramenta que nos acompanha há anos, deixará de processar novos dados.

Mas o que o muda na prática para o e-commerce com o Google Analytics 4? É isso que você vai descobrir a seguir!

Por que o Google Analytics Universal será descontinuado?

Para seguir as transformações do mercado. A solução existente, segundo o Google, não era satisfatória para acompanhar o ritmo das mudanças no comportamento dos consumidores e nas regras de privacidade.

O GA4 surge, então, para suprir essa lacuna, levando vantagem sobre o Universal Analytics, principalmente, por:

Quais as novidades do Google Analytics 4?

O novo Google Analytics, conforme a empresa, pode alertar os gestores do e-commerce sobre produtos com demanda crescente, calcular a probabilidade de churn, obter a receita potencial que é possível gerar com um determinado grupo de clientes e executar análises para compreender por que alguns consumidores tendem a gastar mais do que outros.  

A ferramenta será útil para permitir uma compreensão mais completa de como as pessoas interagem com a marca. É possível, por exemplo, saber se os clientes descobrem a empresa primeiro a partir de um anúncio na web, depois instalam seu aplicativo e fazem compras. 

A coleta de dados do GA4 está baseada em eventos, e não em hits (como acontece no Universal Analytics). Eventos são ações que os visitantes executam no site ou no aplicativo, como: clicar no menu, descer a barra de rolagem, fazer uma pesquisa, clicar em um botão e dar play em um vídeo.

Novo Google Analytics: eventos são disparados quando o cliente faz uma compra.

No caso do e-commerce, o Google recomenda adicionar eventos específicos para que seja possível medir comportamentos e gerar relatórios úteis, tais como: purchase (quando uma pessoa conclui uma compra), add to cart (adiciona itens ao carrinho), begin checkout (inicia o processo de finalização da compra), view item (visualiza um produto), entre outros. A lista completa de eventos de vendas para lojas virtuais no Google Analytics 4 está aqui!

Quando migrar para o Google Analytics 4?

A recomendação do Google é mudar para o GA4 assim que possível, e não deixar para fazer isso só em julho de 2023, quando a versão atual for descontinuada. 

A orientação de já configurar o Google Analytics 4 serve para que os novos dados comecem a ser coletados o quanto antes e, daqui um ano, você já tenha um bom volume de informações para fazer análises e conseguir insights. 

A partir de 1º de julho de 2023, quando a versão Universal deixar de funcionar, os dados não serão mais coletados, mas ainda será possível consultar o histórico por pelo menos seis meses (até janeiro de 2024). O Google sugere que os relatórios históricos sejam exportados durante esse período.

Para criar uma nova propriedade do GA4 na sua conta do Analytics, siga o passo a passo disponível neste link

Acompanhe as novidades sobre e-commerce, inscrevendo-se na newsletter da Nação Digital, e receba insights, dicas e atualizações diretamente na sua caixa de entrada. É só deixar seus dados no formulário abaixo!

Compartilhe:
Sair da versão mobile