Ícone do site Blog da Nação Digital

Ações na Black Friday: 14 ideias que vão encantar seu cliente

acoes-black-friday

Este conteúdo foi atualizado em: 24/08/2021

A aproximação da Black Friday 2021, data mais importante do ano para o comércio online, é de intensa preparação das equipes de marketing e vendas. Os meses que antecedem a promoção envolvem planejamento de campanhas, definições de mote e ações da Black Friday, projeção de faturamento e análise de quais benefícios serão concedidos aos consumidores.

Para a Black Friday 2021, pesquisa da Globo mostra que 47% das pessoas pretendem aproveitar as promoções. Outro levantamento, feito pela GFK (Growth From Knowledge), indica que as semanas anteriores à data e a Cyber Monday estão ganhando mais representatividade. 

Se, em 2018, a semana pré-Black Friday concentrava 36% das vendas, em 2019, esse índice subiu para 37%, alcançando 40% em 2020. 

Os dados trazidos pela GFK reforçam aos varejistas online que não basta fazer campanhas apenas na semana da Black Friday, mas que é preciso pensar em ações antes e depois. 

Para te ajudar a planejar a melhor promoção para a data, que em 2021 ocorre em 26 de novembro, listamos 10 exemplos de campanhas de Black Friday para e-commerce que foram um sucesso e que podem servir de inspiração para o seu negócio, além de diretrizes para aplicar este ano. Confira!

1. Cadastro de clientes

A Via Tolentino, e-commerce de moda evangélica, acionou um gatilho importante nos clientes durante a campanha da Black Friday: o de urgência. A estratégia de marketing digital para a Black Week envolveu a captação de leads por anúncios em redes sociais e newsletters que informavam que a promoção estava próxima.

As clientes eram estimuladas a se cadastrar para ter acesso antecipado aos descontos. E aqui está o segundo gatilho da campanha: a sensação de exclusividade – fator importantíssimo no segmento de moda.

Newsletter anuncia a Black Week da Via Tolentino.

Embora este tipo de estratégia funcione bem para o público que é fiel à marca, tende a impactar no aumento da taxa de abandono de carrinho. A saída para frear esse índice é contar com uma base de leads engajada e fazer testes de e-mail até encontrar o caminho do sucesso.

A campanha aconteceu durante sete dias e, como resultado, teve uma taxa de conversão acima de 70%.

2. Duas campanhas na Black Friday

Uma Black Friday e duas campanhas. Foi assim que a Surya Dental, e-commerce de produtos odontológicos, trabalhou com a data mais importante do ano para o comércio eletrônico.

A primeira foi uma parceria com um fornecedor, que concedeu 20% de desconto em toda a linha de produtos. A responsabilidade do e-commerce foi comunicar a Black Maquira aos clientes no site, por e-mail, WhatsApp e nas redes sociais. Como resultado, a Surya viu as vendas de itens da marca subirem antes da Black Friday “oficial”, servindo ainda como um termômetro para o “Dia D.”

Divulgação da Black Maquira aconteceu também no Facebook.

Na segunda campanha, “Black Days”, a promoção foi ampliada para todos os produtos do e-commerce da Surya durante uma semana. As peças de divulgação valorizaram o valor em reais dos descontos e, em alguns casos, o preço do brinde.

3. Aviso aos clientes

Uma campanha de captação para avisar os clientes quando as promoções começassem foi a estratégia utilizada pelo Supermercado Cidade Canção Online.

Durante seis dias, foram disparados e-mails para a base comunicando a aproximação da Black Friday e que haveria descontos em todas as categorias do site. É uma forma de manter o cliente na expectativa para a promoção.

Ideias de promoção de vendas podem envolver avisos aos clientes quando as ofertas estiverem no ar.

No dia da campanha promocional, foram disparados e-mails, além de publicações patrocinadas no Instagram (Stories) e anúncios da Black Friday no Facebook e display no Google. Na comunicação, os argumentos variaram entre “Aproveite os preços baixos para abastecer sua casa” e “Diversos produtos com preços imperdíveis!”.

Outra estratégia que a empresa adotou e que pode ser replicada no seu e-commerce é não restringir a Black Friday à sexta-feira, e sim ampliar as promoções para o fim de semana.

4. Benefício extra

Conceder um benefício exclusivo para quem se cadastrar na landing page da sua Black Friday tem grandes chances de dar um ótimo retorno em vendas. Pode ser brinde, desconto extra no boleto e no Pix ou frete grátis, como fez o e-commerce B2B de calçados, Daniel Atacado.

Conceda um benefício extra para o cliente que quiser participar da Black Friday

Este tipo de campanha é ideal para quem quer aumentar a base de clientes, mesmo sacrificando um pouco o lucro. A tática precisa de ações também no médio prazo para que os consumidores que se cadastraram para a Black voltem a comprar para que, assim, o negócio tenha lucro.

5. Urgência

Tanto faz se a Black Friday no seu e-commerce durar um dia ou uma semana, o importante é trabalhar com o senso de urgência no cliente para que você consiga vender mais.

Comece com um trabalho de divulgação da data com antecedência e finalize no último dia, informando que é a chance final para comprar. Dispare e-mails para a base anunciando a grande promoção e faça mídia paga.

A grande sacada para bons resultados com essa estratégia é usar argumentos que convençam o seu cliente a comprar. Se você vende peças de informática para assistências técnicas, o argumento que você pode utilizar é: “Abasteça seu estoque a preços baixos”.

Na Digitale Têxtil, especializada em tecidos estampados digitais para praia, lingerie e fitness, o apelo foi que as estampas que eram tendência estavam com 70% de desconto – uma oportunidade incrível para as confecções aproveitarem.

Gere urgência nos anúncios da Black Friday.

6. Desconto de verdade

A Plantei, garden center online, investiu na transparência para a Black Friday. A comunicação da campanha tinha o mote “Desconto de verdade”, representando um compromisso da empresa com os clientes.

Ano a ano, as pesquisas feitas no Brasil mostram que os falsos descontos estão entre as principais reclamações do público que compra durante a promoção. Seu e-commerce pode trabalhar essa queixa e fazer uma comunicação bem próxima e verdadeira com o cliente, mas é importante ter promoções reais.

Exemplo de anúncio da Plantei: comunique descontos reais e conquiste seu público.

7. Conteúdo de valor para o usuário

A ideia consiste em entregar um conteúdo de valor para o usuário aproveitar melhor os descontos da Black Friday. Foi dessa forma que o Divvino, e-commerce de vinhos, conseguiu captar leads e ajudar potenciais clientes.

A campanha trabalhou com um conteúdo de valor em formato de e-book, que enumerou 10 motivos para o consumidor participar da Black Friday do Divvino. A captação aconteceu por Facebook Ads em variações de anúncios estáticos e animados.

Campanha Black Friday do Divvino: ajudar o consumidor e captar leads.

8. Diálogo com o público

Entender a persona é fundamental para elaborar uma mensagem assertiva, que dialogue e envolva os clientes. Esta foi a tática da Quintal Dermocosméticos para as duas últimas edições da Black Friday.

Com um público jovem, tecnológico e que acompanha a marca nas redes sociais, a empresa utilizou expressões que fazem parte do dia a dia dos clientes – “sextou”, “mdsss!”, “scrr!!” – e acertou em cheio.

Envolva os seus consumidores e crie um discurso que seja natural para o seu público-alvo.

9. Captação de leads

Em uma campanha de Black Friday antecipada, o Divvino concentrou esforços na captação de novos leads durante dois meses, oferecendo um brinde (um abridor de vinhos) na primeira compra no e-commerce. Posteriormente, esses usuários foram impactados novamente com as promoções da Black Friday.

Marketing para Black Friday: loja online de vinhos construiu base de leads dois meses antes.

A ação permitiu que os clientes que haviam sido impactados dois meses antes e que fizeram a primeira compra no site fossem novamente envolvidos pela marca, mas, desta vez, com a campanha de descontos durante a Black Friday.

10. Dark post

O dark post é uma publicação no Facebook e no Instagram dirigida a um público segmentado e que não é publicada no feed da marca. Com esse tipo de anúncio para Black Friday, são impactadas apenas as pessoas com alta probabilidade de converter no site. 

Ao utilizar esse recurso, você pode controlar quantas vezes a postagem será exibida e quais pessoas terão acesso a ela. Dessa forma, os leads que já convertidos não serão atingidos novamente pela mensagem. 

Quando você cria um dark post no Instagram ou no Facebook, tem total liberdade para gerenciar como o anúncio será visto, se será agendado ou se fará parte de alguma promoção, como o Dia do Cliente, a campanha de aniversário da loja ou a Black Friday, como fez a CCM Moda Fitness.  

Dark post da CCM na Black Friday: comunicação é vista por público segmentado.

11. Tom de voz uniforme em todos os canais

O Moka Clube, primeiro serviço de assinatura de cafés especiais do Brasil, tem um tom de voz único: divertido, original e conectado à persona. Esse estilo de comunicação característico da marca foi replicado também em todos os anúncios da Black Friday: newsletter, mídia paga e e-commerce.

Essa uniformidade é um ponto importante que faz com que a audiência reconheça a sua empresa automaticamente em todos os canais e em qualquer ação promocional. Você tem um manual de identidade da marca e já coloca isso em prática? Ótimo, mas se não,  comece já!

Anúncio do Moka Clube na Black Friday. 

12. Esquenta Black Friday

Que tal promover um esquenta Black Friday para incentivar as compras online? Ao utilizar essa estratégia, você mantém seus clientes engajados e consegue se destacar da concorrência, uma vez que os descontos da sua loja estarão disponíveis com antecedência. 

O caminho para essa ação dar certo é oferecer descontos consideráveis, mostrando para os visitantes que se trata de uma chance imperdível. Utilize as redes sociais, o e-mail marketing, o SMS, as notificações push e o e-commerce para avisar os consumidores. 

13. Live commerce

Já ouviu falar em live commerce? O formato, que une transmissão em vídeo ao vivo, interatividade e e-commerce dentro de um mesmo ambiente, é apontado como a grande transformação da década para quem vende online.  

Você pode utilizar a Black Friday para fazer a sua primeira live de vendas e, assim, dar um ar bem atual para a sua campanha. 

14. Pós-Black Friday

Lembre-se da pós-Black Friday ao criar uma estratégia para o seu e-commerce. Além de fazer uma campanha tradicional para a data, a ShopInfo, loja virtual focada no público gamer, criou a “Cyber Week”, estendendo as promoções por uma semana.

A proposta veio inspirada na Cyber Monday, que identifica a segunda-feira seguinte à Black Friday, e quando as lojas físicas e virtuais fazem uma nova queima de estoque.

A divulgação aconteceu por e-mail marketing, redes sociais, Google Ads e influenciadores.

Cyber Week da ShopInfo: dê mais prazo para os clientes comprarem.

A ideia de uma semana pós-Black Friday pode ser boa para o seu e-commerce continuar vendendo. É uma estratégia que mantém o cliente voltado para a sua loja online, com chance de uma segunda compra, e dá oportunidade para que quem ainda não comprou, aproveite.

O que fazer para vender mais na Black Friday?

A GFK sugere a aplicação de algumas diretrizes pelos e-commerces para impulsionar os resultados da Black Friday 2021. Fizemos um resumo para você, veja só!

Faça várias semanas de promoção

A Black Friday há anos deixou de ser evento de apenas um dia ou de uma semana. Hoje, o mês inteiro pode ser considerado promocional. Isso significa que cada semana terá aumento nos níveis de venda e cabe aos analistas do e-commerce acompanhar as flutuações e entender o comportamento dos consumidores. 

Em 2020, por exemplo, as vendas cresceram 19% duas semanas antes do evento e 15% nos sete dias anteriores. Já na semana da Black Friday, a comercialização caiu em comparação com 2019. 

Reduza o porcentual de descontos

Em 2020, um terço dos produtos vendidos na data estava com, pelo menos, 15% de desconto, ante 41% de 2019. Mesmo com as promoções mais tímidas, o volume de vendas não caiu. A consultoria acredita que esta é uma tendência para 2021. 

Foque na venda de produtos para casa

A previsão é que os produtos para a casa sejam o grande destaque desta edição da Black Friday. Eletroportáteis, informática e eletrodomésticos, úteis para ajudar no home office, na alimentação e na limpeza, estarão em alta. 

Utilize esses insights no seu e-commerce e trace a sua estratégia para a Black Friday. Desperte o interesse de compra dos seus clientes, faça uma divulgação que envolva o seu público-alvo e seja transparente nas promoções.

Quer uma ajuda para melhorar a sua loja virtual? Fale com os consultores da Nação Digital e agende uma avaliação gratuita.

Compartilhe:
Sair da versão mobile