Ícone do site Blog da Nação Digital

7 ideias para fazer live shop no e-commerce em 2022

Mulher asiática fazendo live shop de produtos de maquiagem.

O live shop se transformou na sensação do comércio eletrônico! O formato, que une vendas ao vivo, conteúdo em vídeo, interação e entretenimento, começou na China, mas está cada vez mais popular no Brasil, com diversas marcas abraçando a ideia para aumentar a receita e auxiliar os consumidores na jornada de compra.

O live commerce na China deve gerar receita em vendas estimada em 1,2 trilhão de yuans (o equivalente a cerca de R$ 1 trilhão) até o final deste ano. Em janeiro de 2021, 18,6% das mulheres da China haviam assistido transmissões ao vivo de e-commerces, ante 15,3% no mesmo mês de 2020. 

As primeiras experiências de live commerce no Brasil aconteceram em meados de 2020, mas foi em 2021 que o formato se pulverizou. Pesquisa sobre o comportamento de compra online do consumidor brasileiro revela que 10% das pessoas estiveram em uma live de vendas este ano, sendo que 53% delas compraram um produto. Dos 1.681 entrevistados, 88% disseram que têm intenção de participar de novos eventos no formato.

Se você atua no comércio eletrônico e quer começar ou melhorar suas live shops, continue a leitura para conferir sete ideias que unem live streaming e e-commerce!

1. Lançamento de coleção e/ou produto

Vai lançar um produto ou uma nova linha? Faça do live commerce a estratégia principal de apresentação das novidades e dê aos consumidores um “gostinho” do que está por vir. Quando você faz isso, gera interesse e demanda antes mesmo do produto ser liberado para que as pessoas o comprem. 

Quer despertar ainda mais interesse durante a live de venda? Faça o unboxing do produto para gerar curiosidade e permitir que as pessoas tenham o primeiro contato com a embalagem, o tamanho, as cores e as demais características do lançamento. 

Você também pode utilizar o evento online para promover a pré-venda do produto e conceder descontos somente para quem fizer a reserva durante a transmissão. 

Depois das estratégias de lançamento escolhidas, você deve se preocupar com a divulgação. É preciso avisar seus clientes com certa frequência. E vale de tudo: lembrete no Instagram, e-mail marketing, notificações push, banner no e-commerce, mensagem no WhatsApp, grupo no Telegram, landing page. Cubra todos os canais de comunicação para que os clientes e os potenciais consumidores estejam cientes do que está por vir.

2. Demonstrações de produtos

As demonstrações ao vivo fornecem aos consumidores uma visão sobre o funcionamento do produto e são muito úteis para sanar dúvidas. Live commerces com essa temática auxiliam muito a jornada de compra, especialmente na etapa de consideração, pois entregam todas as informações que o cliente precisa para analisar se o produto atende ou não as necessidades dele. 

O host também deve apresentar as variações do produto (tamanho e cores) e responder as dúvidas que possam surgir durante a transmissão. Em uma live de vendas de roupas, por exemplo, vale mostrar o caimento das peças no corpo, comentar sobre modelagem, detalhes, estampas, acabamentos e tecidos. 

3. Promoção em categoria ou produtos selecionados

Este formato pode ser utilizado também em uma live de vendas no Instagram. A ideia é aplicar grandes descontos em uma categoria específica de produtos ou em uma seleção de artigos no e-commerce. A proposta fica ainda melhor se um host especializado no assunto fizer reviews e responder perguntas da audiência durante a transmissão. 

Se você vende tênis para corrida, por exemplo, pode fazer uma live especial sobre uma marca e convidar uma pessoa da área para analisar os produtos e ajudar os corredores a fazer uma ótima escolha. Para incentivar a compra, dê descontos em itens selecionados da marca, válidos somente até o final do evento.  

4. Conteúdo e sessão de perguntas e respostas

O streaming de conteúdo também pode ser utilizado como dicas de live shop e tem a vantagem de melhorar a percepção da marca junto ao público-alvo. Uma empresa de moda fitness, por exemplo, pode convidar um profissional para mostrar uma sequência rápida de exercícios para melhorar a mobilidade. Ao mesmo tempo, a transmissão promoveria uma linha de roupas para atividade físicas. 

No segmento de beleza, a sugestão é unir conteúdo e compras a partir de um tutorial de maquiagem que utilize os produtos vendidos na loja. 

5. Descontos exclusivos durante a live

Para gerar gatilhos de urgência e valorizar o seu evento, trabalhe com descontos somente enquanto a transmissão estiver acontecendo. Essa estratégia é uma forma de manter as pessoas engajadas e aumentar a audiência. 

Uma ideia é utilizar um cronômetro ou ferramentas que mostram como os produtos estão disputados no e-commerce durante o período da live  — esta última estratégia é amplamente utilizada no setor de hotelaria, para as reservas online. 

6. Microinfluenciadores como hosts

Muitas marcas que fazem lives de vendas contratam personalidades da internet para anunciar, demonstrar e vender produtos. Mas não é qualquer influenciador que funciona para o formato. É preciso encontrar a pessoa que dialoga com o seu público-alvo e que faz sentido para a sua loja. Se o seu produto for de um nicho bem específico, vale a pena procurar um microinfluenciador, alguém especialista na área, que tenha credibilidade e bom engajamento. 

Hoje em dia, e especialmente para e-commerces de nicho, um microinfluenciador relevante no segmento traz retorno financeiro (ou de reconhecimento de marca) melhor do que os nomes muito famosos, com milhares de seguidores nas redes sociais. 

Host para a live shop: como fazer a escolha certa? Busque microinfluenciadores do seu nicho. 

Para que a sua live de vendas seja relevante entre o seu público, é fundamental que o host tenha afinidade com os seus consumidores e “fale a mesma língua” que eles. Não faz o menor sentido uma loja virtual de roupas esportivas para academia fazer uma transmissão ao vivo com um host que não tem uma rotina de exercícios, assim como não funciona uma marca que vende produtos para cabelos ondulados contratar uma pessoa de fios lisos para promover a nova linha de tratamento. 

7. Comemoração do aniversário do e-commerce

Quer dicas de como fazer uma live de vendas para celebrar o aniversário da loja? Você pode utilizar e combinar as dicas anteriores para marcar a comemoração de mais um ano do e-commerce. 

Você pode se programar para lançar um serviço, como um programa de fidelidade ou de cashback. Essas duas estratégias funcionam muito bem para estimular a recompra no site e fidelizar clientes. 

Nesse caso, utilize a transmissão para explicar o funcionamento dos programas, conceder descontos exclusivos e enviar brindes para quem assinar a novidade enquanto a live estiver no ar.

Que tal se aprofundar no assunto para organizar suas próximas live shops? Produzimos um guia completo sobre live commerce, com os fatores de sucesso dos eventos e incluímos uma lista de plataformas disponíveis no Brasil. Baixe o seu exemplar gratuitamente! É só clicar na imagem abaixo.

Compartilhe:
Sair da versão mobile